Hum-Hum......

03 maio 2010


Trechos do depoimento do Homem-Talebã Durval Barbosa.


Durval - Apoiei o Arruda.
Érika - O valor mensal...
Durval - Infelizmente.
Érika - Pois é. Eu não apoiei, não. Felizmente. Esse valor mensal de trinta mil reais que a deputada Eurides Brito...
Durval - Mas não se vanglorie muito, que têm pecados fortes dentro de seu partido, tá.
Érika - Meu partido?
Durval - Não se vanglorie muito. Cuide de você, porque você eu conheço. Você eu sei que... Você tem sua vida limpa. Eu inclusive andei mandando uns recados pra você, mas têm muitos pecados dentro do seu partido. Muitos. Inclusive nesse governo.
Érika - Nesse governo Arruda?
Durval - Positivo.
Érika - Mas quem é o pecador?
Durval - Em outra oportunidade, se eu tiver oportunidade. Não nessa.
Érika - Mas me fale um negócio. Olha que eu enfartei. Oh, esse...
Durval - Pergunte ao Chico. O Chico saiu lá do Sombra... chorando.
Érika - O Chico Vigilante?
Durval - Hum-hum.
Érika - Ela sabe dessa história.
Durval - Ele sabe. Ele confia em mim. Ele confia em mim. Ele confia no Sombra.
Érika - Ave Maria! Esse valor mensal de trinta mil reais que a deputada Eurides recebia é... período que já foi falado. Eu vou ler outro trecho aqui do inquérito...

Anacronikus:
Essa Érika citada é a Érka Kokay, da quadrilha no DF.
Falaêh quadrilha!
Fala Durval.

 
© 2009 | Anacronikus | Por Anacronikus